Escola de Governo

Desenvolvimento, Democracia Participativa, Direitos Humanos, Ética na Política, Valores Republicanos.

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Escola de Governo / Escolas Conveniadas / “Em 2017, a Escola de Governo decidiu (r)existir! Resistir e existir!”

“Em 2017, a Escola de Governo decidiu (r)existir! Resistir e existir!”

E-mail Imprimir PDF

Essa frase, dita diversas vezes pelos diretores da Escola de Governo, Xixo Maurício Piragino e Pedro Aguerre, resumem bem o espírito que nos moveu pelas cinco semanas do Ciclo de Diálogos: O Poder do Povo Soberano. Entre 09 de outubro e 06 de novembro, por cinco segundas-feiras, reunimos centenas de pessoas in loco e milhares pela internet para acompanhar os diálogos provocadores entre referências nas áreas que são pilares da Escola de Governo: Ética, Democracia, Direitos Humanos, República e Desenvolvimento.

O ano de 2017 foi desafiador para as forças progressistas em todo mundo e ainda mais no Brasil, com a brutal crise política e ética que assola o país. A Escola de Governo, entidade da sociedade civil fundada em 1991 pelo professor Fábio Konder Comparato e outros intelectuais, com objetivo de formar cidadãos para exercerem seu poder na então nascente democracia da Nova República, também sentiu esse baque. A ruptura desse ciclo democrático com o impeachment da presidenta Dilma Rousseff em 2016, com os efeitos da crise econômica e uma mudança do perfil do nosso público-alvo fez a Escola de Governo repensar sua missão e decidir se abrir mais ao debate público, fazendo de 2017 um ano de transição para um novo modelo. Acima de tudo, decidimos neste ano resistir e seguir existindo.

Com uma forte parceria institucional firmada com a PUC - SP, o apoio do Instituto para Reforma da Relação entre Estado e Empresa (IREE), patrocinando o evento, e de outras 19 entidades da sociedade civil apoiadoras, o Ciclo de Diálogos: O Poder do Povo Soberano trouxe debates instigantes sobre os temas dentro da conjuntura atual e das perspectivas de vida dos debatedores, provocadores e mediadores, com um perfil diverso entre intelectuais e ativistas sociais, e uma participação surpreendente do público, mostrando que a sociedade está querendo entender seu papel nessa democracia muitas vezes apenas formal, e está aberta e qualificada a participar do debate.

 

Quem não pôde acompanhar os debates ao vivo, na PUC-SP ou pela Internet, pode assistir quando quiser à íntegra dos cinco encontros, no canal da TV PUC – SP no YouTube! A permanência dos vídeos na rede digital ajuda na permanência e relevância destes diálogos. Confira:

1º Encontro: Ética - 09/10 - TUCA

Debatedores: Fábio Konder Comparato, Daniel Munduruku e Crislei Custódio

Mediador: Antônio Carlos Malheiros

Provocadoras: Luaa Gabanini e Nilcéia Vicente

https://goo.gl/MXpCzk

2º Encontro: República - 16/10 - Auditório 239 - PUC-SP

Debatedores: Cláudia Costin e Pedro Serrano

Mediador: Luis Nassif

Provocadora: Sônia Barbosa (líder guarani)

https://goo.gl/ugErjk

3º Encontro - Direitos Humanos - 23/10 - Auditório 239 PUC-SP

Debatedores: Cristiano Maronna e Luciana Zaffalon

Mediador: Pedro Aguerre

https://goo.gl/szmX8S,

4º Encontro - Democracia - 30/10 - TUCA

Debatedores: Esther Solano e Silvio Luiz de Almeida

Mediador: Oded Grajew

Provocador: Douglas Belchior

https://goo.gl/nfMXiD

5º Encontro - Desenvolvimento - 06/11 - Auditório 333 - PUC-SP

Debatedores: Ermínia Maricato, João Pedro Stédile e Antonio Corrêa de Lacerda

Mediador: Ladislau Dowbor

Provocadora: Carmen Silva (FLM)

https://goo.gl/UpDtEB

Obrigado por nos acompanhar nesse ciclo! Fique ligado para continuar acompanhando os próximos passos da Escola de Governo aqui ou noFacebook

 

Importante

Sugestões para o Site
Compartilhe suas sugestões para melhorarmos o site da Escola de Governo.

Campanhas